Caerd realiza palestra sobre Febre Amarela para funcionários
01/03/2018 - ( 0 )


A Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia Caerd, realizou na manhã desta quinta-feira, 01/03, uma palestra explicativa sobre a Febre Amarela, sintomas, prevenção e a vacinação.


A reunião contou com funcionários de vários setores da Companhia para que pudessem entender melhor sobre a doença, sanar as dúvidas e, assim, se tornarem multiplicadores de informações corretas, colaborando, portanto, com as orientações adequada.


A palestra foi ministrada pelo Dr. Mauro Shugiro Tada, graduado pela Universidade de Brasília e mestrado em medicina tropical pela UNB e doutorado em Biologia Experimental pela Universidade de Rondônia e atualmente Diretor Técnico do Centro de Pesquisa em Medicina Tropical (CEPEM).


O que é Febre amarela?


A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. A infecção pode ser categorizada de duas formas: febre amarela urbana, quando é transmitida pelo Aedes aegypti; ou febre amarela silvestre, quando transmitida pelo Haemagogus e Sabethe.


A doença é considerada aguda e hemorrágica e recebe este nome, pois causa amarelidão do corpo (icterícia) e hemorragia em diversos graus. O vírus é tropical e mais comum na América do Sul e na África. Apesar de ser considerado um vírus perigoso, a maioria das pessoas não apresentam sintoma e evoluem para a cura.


A febre amarela pertence à classificação das arboviroses, , tendo várias diferenças entre a dengue e ao Zika vírus, apesar de pertecerem à família dos Flavivírus.


 

Causas


A febre amarela costuma ser transmitida por mosquitos, principalmente o Aedes aegypti(em áreas urbanas) e o Haemagogus (em áreas rurais). O mosquito é infectado ao picar uma pessoa ou animais com a doença e então desenvolve a doença e passa a transmiti-la para quem ele picar.


Existem dois ciclos da febre amarela:


  • Febre amarela silvestre: em que mosquitos destas regiões se infectam picando primatas com a doença e podem transmitir a um humano que visite este habitat.

  • Febre amarela urbana: em que um humano infectado anteriormente pela febre amarela silvestre a transmite para mosquitos urbanos, como o Aedes aegypti, que a espalham.


É importante alertar que em ambos os casos a doença é a mesma, a diferenciação do ciclo de transmissão apenas ajuda nas estratégias para evitar a disseminação da febre amarela.


A pessoa permanece em estado de viremia, ou seja, capaz de transmitir o vírus para mosquitos, por até 7 dias após ter sido picada.


Normalmente o vírus causa sintomas em pessoas que nunca tiveram a doença ou que nunca tomaram a vacina contra febre amarela.


Informações: Minha Vida

   Fonte : Caerd